Tratamento para Dependentes Químicos

Às vezes, é um pouco difícil saber se seu filho usa droga, principalmente se for adolescente, visto que as mudanças de comportamento são normais durante a adolescência.

Seu filho pode fazer novas amizades, se vestir diferente ou escutar uma música estranha, mas isso não significa que ele esteja consumindo drogas.

Por outro lado, se tudo indicar que ele usa algum tipo de droga, quanto antes começar um tratamento para dependência química, melhor.

Portanto, se você está suspeitando que seu filho está usando droga, confira, a seguir, os sinais mais frequentes e o que você deve fazer para ajudá-lo.

Como saber se meu filho usa droga?

É normal alguns pais confundirem os sinais de uso de droga, pois a adolescência é uma fase cheia de mudanças, por isso, é importante saber diferenciar muito bem. 

Com certeza, a sensibilidade à flor da pele e ficar em silêncio é algo comum na adolescência, mas se seu filho parar de conversar com você, é algo a se preocupar.

Confira, a seguir, alguns sinais de alerta:

  • Baixo desempenho na escola;
  • Deixar de praticar atividades que gostava;
  • Novos amigos;
  • Isolamento;
  • Pedir dinheiro com frequência ou gasta mais do que costume;
  • Evitar olhar nos olhos;
  • Irritabilidade;
  • Falta de apetite;
  • Mudança nos hábitos de sono;
  • Oscilação de peso.

Além disso, se você perceber que ele está usando sempre colírios ou óculos escuros, é mais um fator para levar em consideração.

Quais os níveis de consumo de drogas?

No contexto de consumo de drogas, os especialistas identificam três níveis de uso:

Uso simples: Trata-se de um consumo ocasional que não provoca problemas sociais ou emocionais, e geralmente, é possível parar quando quiser.

Uso nocivo: Caracteriza-se pela piora dos problemas pessoais, psicológicos, físicos ou sociais, ligados ao efeito das substâncias ou pelo uso em excesso.

Dependência: Nesse estágio, há total perda de controle do consumo da droga, e muitas vezes, é necessário buscar uma clínica de recuperação.

Então, recomenda-se aos pais, caso suspeitem que seu filho usa droga, conversar com um profissional habilitado e experiente, caso contrário, pode piorar ao invés de ajudar.

Siga o seu instinto, e se alguma coisa te inquietar, converse com alguém que confie, pois duas cabeças funcionam melhor que uma, o que pode ajudar a estabelecer um plano mais eficaz.

Como ajudar meu filho?

O diálogo, nesse caso, é essencial, particularmente porque o adolescente pode estar mal informado e se basear em informações erradas e de fontes não oficiais.

É unanimidade entre os profissionais de saúde aconselhar que os pais mantenham um diálogo aberto, pois isso é uma forma de fortalecer a relação com seus filhos, tornando a comunicação mais fácil.

Por outro lado, é melhor evitar dramatizar, assim como não banalizar, afinal, riscos existem e dependendo do tipo de droga, as consequências à saúde podem ser bem sérias.

Não é raro ouvirmos histórias de jovens que precisam se submeter a um tratamento para alcoolismo tamanho o estrago feito.

O ideal é evitar chegar a esse ponto, e agir o quanto antes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *